Entender qual a importância da atividade física para a saúde é essencial para motivar quem está preocupado com o próprio estilo de vida.

É necessário realizar exercícios físicos regulares para alcançar o bem-estar, melhorar a saúde mental e reduzir os problemas de saúde.

No dia a dia, a prática de atividades físicas é extremamente benéfica ao organismo, trazendo efeitos positivos em diversas áreas.

No post de hoje, você vai entender melhor a importância da prática de exercícios físicos todos os dias.

 

Quais os riscos de não praticar atividades físicas regularmente?

Quando a pessoa é sedentária, ou seja, não pratica nenhuma atividade física regularmente, ela tem risco aumentado de desenvolver diversas doenças.

É o caso da diabetes, das doenças cardiovasculares, dos problemas relacionados à baixa imunidade, além de transtornos emocionais e psicológicos.

Na terceira idade, o sedentarismo deixa uma porta aberta ao surgimento ou agravamento do Alzheimer, que atinge uma grande parcela da população com 65 anos ou mais.

Além disso, ser sedentário também contribui com o ganho de peso descontrolado, aumentando as taxas de gordura na corrente sanguínea e podendo levar à elevação da pressão arterial.

 

A importância da atividade física para a saúde

Ao praticar exercícios físicos, todos os problemas mencionados acima são prevenidos ou retardados, especialmente o Alzheimer.

A prática de exercícios ativa diversas áreas do organismo, causando inúmeras reações benéficas a curto e longo prazo.

O cérebro é oxigenado com sangue de boa qualidade, melhorando a atividade cerebral, o que tem impactos positivos também na memória.

Esse processo libera endorfina, hormônio do prazer, e serotonina, o hormônio da felicidade, que combate a depressão e alivia a ansiedade.

 

Benefícios da atividade física para o organismo

Entre os principais benefícios, podemos citar:

  • Redução do risco de desenvolver doenças cardiovasculares, como infarto, AVC (Acidente Vascular Cerebral) e hipertensão;
  • Controle da taxa de colesterol ruim (LDL) e aumento do colesterol bom (HDL);
  • Menor risco de desenvolver diabetes e controle das taxas de glicose no sangue;
  • Menor risco de desenvolver diversos tipos de câncer, especialmente quando atrelada a uma boa alimentação;
  • Ajuda no controle do peso corporal, também ligado à boa alimentação;
  • Melhora os quadros de transtornos da saúde mental, como ansiedade e depressão;
  • Nas crianças, evita quadros de obesidade infantil, além de contribuir com a interação social;
  • Nos idosos, melhora a autoestima, fazendo com que a pessoa se sinta mais forte, ativa e tenha mais disposição ao longo do dia.

 

Os tipos de atividade física

Existem, basicamente, dois tipos de atividades físicas: os exercícios aeróbicos e os anaeróbicos.

Exercícios aeróbicos são os de longa duração e baixa intensidade, como caminhadas, corridas, danças e natação.

Já os exercícios anaeróbicos são os de curta duração e alta intensidade, como a musculação, por exemplo, que é focada no ganho de massa muscular.

Alguns programas de exercícios encontrados em academias, como o crossfit, juntam as duas categorias para trabalhar de forma dinâmica com todo o organismo.

Entretanto, para alcançar uma boa qualidade de vida, o ideal é praticar qualquer tipo de exercício, seja de baixa ou alta intensidade, regularmente.

A prática de esportes duas vezes por semana já transforma completamente a saúde do atleta, mas uma rotina de cinco dias por semana na academia também tem o mesmo efeito.

O mais indicado é que a pessoa procure uma atividade que gosta de realizar, seja em grupo ou individual, e até mesmo dentro de casa.

Quanto mais se gosta da atividade, maiores são as chances de continuar praticando regularmente.

O exercício físico só se torna benéfico quando há uma regularidade e um costume em sua prática.

Leia também:

Fale Conosco pelo WhatsApp
1