Está cada vez mais evidente que a saúde e o bem-estar de um trabalhador fazem toda diferença no seu rendimento profissional. Assim, é fundamental que as empresas saibam o que é medicina do trabalho e como implementá-la.

Além disso, a falta de prevenção pode dar margem a diversos tipos de doenças e acidentes ocupacionais. Logo, a vida da equipe é colocada em risco e o seu negócio pode ser prejudicado de forma irreversível.

Portanto, continue a leitura deste conteúdo até o final para saber o que fazer para cuidar dos seus colaboradores e do seu patrimônio!

Você sabe o que é medicina do trabalho?

A medicina do trabalho — que se integra à medicina ocupacional — é uma área da medicina que tem como objetivo garantir a integridade física e mental do trabalhador.

Resumidamente, o foco é prevenir doenças e acidentes laborais, promovendo a qualidade de vida dos colaboradores através de um planejamento estratégico.

De tal modo, é papel do médico do trabalho avaliar as condições de saúde e as situações adversas presentes nos ambientes de trabalho. A principal finalidade é proteger o funcionário contra possíveis riscos enquanto exerce sua função.

Algumas atividades envolvem, por exemplo: riscos químicos, físicos, biológicos e ergonômicos. Ou seja, o ambiente deve ser seguro e estar livre de qualquer um desses perigos.

A medicina do trabalho se baseia em normativas estabelecidas e reguladas pelo Ministério do Trabalho e Emprego. Em outras palavras, de acordo com a legislação, ela é obrigatória para todas as empresas

Quais são os objetivos da medicina do trabalho?

Embora o principal intuito da medicina do trabalho seja, de fato, a prevenção de acidentes e doenças ocupacionais, a especialidade também se preocupa com a manutenção da saúde física, mental e social do colaborador.

Portanto, o médico do trabalho tem a responsabilidade de atender vítimas de doença ou acidente do trabalho e seus familiares. 

Porém, ele também está encarregado de tratar o aspecto psicológico das relações de trabalho, a fim de propiciar a interação saudável de subordinados e gestores. 

Além do mais, esses profissionais atuam na avaliação admissional, periódica e demissional dos funcionários. 

Através da solicitação e da análise de exames médicos específicos para cada função, os especialistas identificam o estado de saúde do colaborador antes, durante ou após a atividade desempenhada na empresa.

Por que tais medidas são importantes para a empresa?

Infelizmente, muitas empresas ainda contam com ambientes de trabalho insalubres, os quais colocam em risco a integridade física e emocional de seus funcionários. 

Dessa forma, a medicina do trabalho é um campo de atuação que zela pela vida dos integrantes de uma equipe. Através de ações como, por exemplo, a indicação de equipamentos de proteção individual (EPI) a saúde dos trabalhadores é preservada.

Entretanto, ao mesmo tempo, a instituição também se beneficia de tais orientações. 

Afinal, colaboradores saudáveis e seguros, trabalhando com boa postura, bons hábitos alimentares, exercícios regulares e livres de perigos, apresentam melhor desempenho e maior produtividade.

Sem mencionar, é claro, o devido cumprimento da legislação, que é imprescindível para evitar multas e problemas com a justiça.

Assim sendo, a medicina do trabalho é importante, igualmente, para empregados e empregadores!

Principais vantagens da medicina do trabalho

Agora que você já sabe o que é medicina do trabalho, vale frisar que a realização de exames é obrigatória e de responsabilidade da empresa que está contratando, mantendo ou demitindo um funcionário. 

Dessa maneira, podemos dizer que esse é o mínimo: se preocupar com as questões legais do seu negócio e pensar que processos trabalhistas podem ocorrer no caso do não cumprimento da lei

E, reforçando, isso é o mínimo!

Contudo, ainda existem diversos outros motivos que justificam o investimento em medicina do trabalho na sua empresa. 

Portanto, queremos dar mais detalhes sobre algumas dessas vantagens

Confira a seguir:

Aumento da produtividade

Não deveria ser novidade que pessoas que estão física e mentalmente saudáveis trabalham melhor. Entretanto, repare que não estamos dizendo que trabalham “mais”, mas sim que trabalham “melhor”.

 

De acordo com o Awebic, entre as razões para descansar sem culpa, está o aumento da produtividade.

Ou seja, estar com a saúde em dia e desempenhar a função para qual foi contratado em um ambiente seguro faz com que um funcionário produza mais e, muitas vezes, em menos tempo

Não sendo necessárias, consequentemente, jornadas exaustivas de trabalho sem descanso!

Redução de custos

Oferecer condições adequadas de segurança e cuidar da saúde da equipe diminui os índices de absenteísmo. Afinal, os riscos de acidentes e doenças ocupacionais diminuem e, assim, menos funcionários precisam se afastar.

Assim, menos custos são gerados, pois não será preciso, por exemplo, que outro profissional cubra as ausências ou que outros membros da equipe se sobrecarreguem e horas extras sejam necessárias.

É preciso ressaltar, porém, que em casos de afastamentos, independentemente da causa, a empresa deve prestar toda a assistência possível ao colaborador, a começar pela compreensão.

Qualidade de vida

Além de todos esses benefícios de ordem corporativa, ainda se destaca, obviamente, um dos maiores deles: o cuidado com a vida de seres humanos que saem de casa todos os dias e contribuem com a construção do seu patrimônio.

Por isso, pense no quanto a vida de um profissional acidentado ou doente pode ser afetada. Caso esse desequilíbrio aconteça no campo emocional, considere também o quanto é delicado conviver com quem se sente sugado e desmotivado.

Em suma, investir em medicina do trabalho auxilia no bem-estar e na qualidade de vida do time inteiro. Até porque, um ambiente onde a harmonia e a motivação prevalecem, é ideal para melhorar as relações e atingir bons resultados.

Como a medicina do trabalho deve ser implementada?

Entender o que é medicina do trabalho, não basta! Isso porque, a empresa deve elaborar estratégias para que ela seja bem aplicada. 

Para começar, o médico precisa colocar em prática o PCMSO — Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional — para todos os trabalhadores, levando em consideração a área de atuação de cada um deles.

Ademais, existem outras atividades que devem realizados, como por exemplo:

 

Para que a implementação ocorra de forma eficiente e você não fique com dúvidas com relação a nenhum processo, é fundamental contar com a ajuda de uma empresa especializada em Saúde do Ocupacional e Segurança do Trabalho.

A Clinimed oferece todos os serviços que seu negócio precisa para estar em dia com a legislação e, é claro, proteger sua equipe. 

Portanto, não fique exposto a riscos, sem saber direito o que é medicina do trabalho e como adotá-la.

Cuide dos seus funcionários como eles merecem.

Conheça as soluções em medicina do trabalho da Clinimed.

 

Fale Conosco pelo WhatsApp
1