Entenda como funciona a gestão do absenteísmo e saiba o que fazer para diminuir o índice de faltas e atrasos.

 

A ausência de colaboradores na empresa é um dos principais fatores que gera impacto sobre a produtividade.

Consequentemente, aumentam os custos com gestão de pessoas, além da carga de trabalho para quem está presente.

Por isso, gerir o absenteísmo nas empresas é uma tarefa importante.

Mas, por onde começar? O que fazer exatamente e como isso vai impactar nos resultados?

É o que vamos te explicar no post de hoje!

 

O que é absenteísmo?

Absenteísmo é o termo usado para indicar a ausência de um colaborador na empresa, seja por falta ou atraso.

Este é um dos indicadores de gestão que todas as empresas devem controlar e acompanhar.

O absenteísmo tem diversas causas e está ligado diretamente à diminuição da capacidade produtiva da empresa, por motivos óbvios.

Já a gestão do absenteísmo é o acompanhamento, controle e prevenção de faltas e atrasos.

Esse é um dever da gestão da empresa, tendo como objetivo reduzir os impactos do absenteísmo nas atividades da organização.

 

Quais são as possíveis causas do absenteísmo?

Entre as principais causas do absenteísmo, podemos destacar:

  • Doenças, lesões e outros problemas de saúde;
  • Cansaço físico ou mental;
  • Estresse e insatisfação com o ambiente de trabalho;
  • Liderança abusiva ou demasiadamente exigente;
  • Acúmulo de tarefas;
  • Excesso de cobrança;
  • Mal relacionamento com colegas de trabalho;
  • Insatisfação com salário ou benefícios;
  • Falta de crescimento, perspectiva ou plano de carreira.

Enquanto alguns desses fatores geram desmotivação por parte do funcionário, outros incapacitam-no de exercer suas funções.

 

Como entender o absenteísmo?

Todo e qualquer motivo que leve ao absenteísmo deve ser investigado, tratado e prevenido, não importa a opinião do gestor sobre esses motivos.

O fato é que, se isso está gerando absenteísmo, significa que é real e deve ser gerenciado.

Assim, além de procurar por causas que impactam diretamente na saúde física do colaborador, também é essencial ficar atento à saúde mental, satisfação com o trabalho, relações interpessoais e clima organizacional.

O afastamento de funcionários por motivos de doença é apenas uma das causas de absenteísmo.

Acidentes de trabalho também estão entre as causas, mostrando mais uma vez a importância da segurança do trabalho.

Para entender esse indicador, a gestão precisa coletar dados quantitativos e qualitativos, além de utilizar os principais indicadores de saúde mundial.

 

Como fazer a gestão do absenteísmo?

Promova a qualidade de vida

Quando existe uma qualidade de vida melhor dentro da empresa, o absenteísmo tende a cair.

Isso acontece porque diminuem os motivos emocionais para faltas e atrasos.

Colaboradores que encontram nas empresas a qualidade de vida no trabalho tendem a gostar cada vez mais de trabalhar.

Ou seja, a grande maioria tem o desejo de continuar trabalhando, mesmo se, naquele dia, estiver chateado, indisposto ou estressado.

Além disso, a qualidade de vida promove uma transformação em toda a organização.

Todas as áreas, indicadores e equipes se beneficiam fortemente de uma alta qualidade de vida no trabalho.

 

Mude o clima organizacional

A forma como a empresa se comporta, como gerencia seus colaboradores e como lida com o trabalho também tem influência direta sobre o absenteísmo.

Na gestão do absenteísmo, costuma-se ter em pauta a análise do clima organizacional.

Uma das perguntas mais feitas é: “será que esta é uma boa empresa para se trabalhar?

Os gestores devem revisar a política interna da empresa, o código de conduta, os procedimentos padrão, entre diversos outros fatores.

Tudo isso compõe o clima organizacional, que é o sentimento que a organização transmite.

Para fazer a gestão do absenteísmo, talvez seja necessário readequar o clima organizacional para melhorar a satisfação e a qualidade de vida no trabalho.

 

Cuide da saúde ocupacional

A saúde ocupacional é fundamental para o bom funcionamento da empresa.

A gestão do absenteísmo é apenas um dos benefícios que se tornam possíveis graças a ela.

Afinal, se os colaboradores não estiverem saudáveis, como poderão ter um bom desempenho?

Certifique-se de ter uma equipe profissional de saúde ocupacional para cuidar de todas as questões envolvidas.

 

Uma das ações que você pode tomar é implementar um programa de gestão do absenteísmo em sua empresa.

Open chat
Olá! Como podemos lhe ajudar?