Neste Novembro Azul, vamos aderir à campanha, falar tudo sobre o câncer de próstata e explicar sobre sua prevenção.

 

O mês de novembro representa um dos mais importantes períodos do ano para a medicina.

Vindo logo após o Outubro Rosa, a campanha do Novembro Azul visa conscientizar a população sobre o câncer de próstata.

Se diagnosticado precocemente, o câncer de próstata tem 90% de chances de ser curado.

Por isso, nota-se a importância de falar sobre o assunto. No post de hoje, você verá o que é o câncer de próstata, quais os sintomas, tratamento e como prevenir.

 

O que é o câncer de próstata?

O câncer de próstata é um tumor formado por um crescimento anormal das células da próstata.

Não se sabe ao certo a causa dessa condição, mas o tumor pode fazer com que a próstata aumente de tamanho.

Quando as células anormais crescem, elas eliminam as células saudáveis, gerando a doença.

Se não for tratado, o câncer de próstata pode se espalhar para tecidos próximos e até para outras partes do corpo, processo conhecido como metástase.

Por isso, é importante estar atento aos sintomas e fazer exames periódicos.

 

Fatores de risco

Existem alguns fatores e grupos de risco quando se fala em câncer de próstata, e o Novembro Azul é o momento perfeito para falar sobre isso.

O primeiro e mais notável fator é a idade. Homens acima dos 50 anos são mais suscetíveis a desenvolver esse tipo de tumor.

No fator genético, ter um homem com parentesco de primeiro grau que desenvolveu a doença mais que duplica os riscos.

Além disso, homens com ascendência africana e caribenha têm um risco aumentado de desenvolver a doença, sem motivo aparente do ponto de vista médico.

Eles podem ter tumores mais agressivos, demandando cuidados mais intensos por parte do paciente e da equipe médica.

 

Quais são os sintomas do câncer de próstata?

No início do ciclo da doença, podem não haver sintomas. Eles são mais comuns conforme a condição avança.

Neste ponto, alguns sintomas podem começar a aparecer, como:

  • Micção frequente;
  • Fluxo urinário fraco ou interrompido;
  • Vontade frequente de urinar à noite;
  • Sangue na urina ou no sêmen;
  • Disfunção erétil;
  • Dor nos ossos do quadril, coxa, costas, ombros, entre outros;
  • Fraqueza ou dormência nas pernas e pés.

Antes do aparecimento dos sintomas, a doença só pode ser diagnosticada com exames de rotina.

 

E como funciona o diagnóstico?

Primeiramente, é preciso acabar com o tabu do exame chamado de toque retal. Ele é completamente indolor e não há vergonha alguma em realizá-lo.

De fato, o médico já está tão acostumado a fazer esse exame, que para ele não faz diferença alguma.

O exame de toque retal é importante para detectar um crescimento anormal da próstata e deve ser realizado anualmente após os 50 anos, ou após os 45 anos se o homem estiver dentro do grupo de risco.

O exame é totalmente sigiloso e você não precisa contar a ninguém se não quiser. O que se deve ter em mente é que este exame pode salvar a sua vida, já que há 90% de chances de cura em um diagnóstico precoce.

Além disso, essa é a única forma de detectar uma anormalidade quando ainda não há sintomas.

Se o exame for inconclusivo, o médico pode solicitar outro, chamado PSA, Antígeno Prostático Específico.

É um exame de sangue que visa analisar o volume de uma proteína no organismo. De acordo com os resultados, pode-se detectar chances entre 25% a 50% ou mais de o paciente ter a doença.

Nesses casos, pode ser feita uma ressonância magnética da região para confirmação por imagem.

 

Como é o tratamento do câncer de próstata?

O tratamento pode ser feito de diversas formas e é o médico quem vai decidir, de acordo com cada paciente, fatores de risco e atual estado de saúde.

Primeiro, caso o câncer ainda esteja somente na próstata, pode ser feita uma cirurgia oncológica.

É possível que seja necessário realizar a radioterapia, especialmente se o câncer se espalhou para outros tecidos.

Por fim, também pode ser necessário tratamento hormonal. Novamente, quem vai decidir isso é o médico.

 

Novembro Azul: Como prevenir o câncer de próstata?

No Novembro Azul, falamos muito sobre a prevenção ao câncer de próstata.

Mas a verdade é que as causas do câncer de próstata ainda não são claramente conhecidas.

Dessa forma, não é possível impedir que a doença se manifeste. O que é possível fazer é manter um estilo de vida mais saudável, que reduz as probabilidades do organismo em desenvolver vários tipos de doenças.

Uma alimentação rica em frutas e vegetais, a prática de exercícios físicos, a manutenção de um peso ideal e uma rotina de sono saudável são formas de melhorar as condições do organismo.

Existem estudos que ligam esses fatores à prevenção do câncer de próstata, mas esses estudos ainda são inconclusivos.

Para se prevenir, o melhor que você pode fazer é manter hábitos saudáveis e fazer o exame de toque periodicamente, de acordo com a solicitação do seu médico.

Open chat
Olá! Como podemos lhe ajudar?