Em busca da maximização da produtividade e da qualidade do trabalho, as empresas investem em diversas formas de melhorar o bem-estar e a saúde de seus colaboradores. Nesse contexto, uma das ferramentas mais eficientes para alcançar esse objetivo é a Análise Ergonômica do Trabalho (AET).

Se você quer saber o que exatamente é a AET e como ela beneficia a empresa, continue lendo este artigo. Vamos apresentar os principais tópicos sobre o assunto!

Qual o conceito de Análise Ergonômica do Trabalho?

Trata-se de um estudo realizado na empresa que identifica as funções e objetos usados pelos colaboradores no local de trabalho. São considerados aspectos como utilização, esforço e repouso dos indivíduos. Avalia-se também o ambiente e o impacto de cada elemento, como iluminação e temperatura, com o intuito de identificar fatores que podem prejudicar ou adoecer os funcionários.

A AET é regulamentada pela NR 17 do Ministério do Trabalho e Previdência Social (MTPS), que afirma a obrigatoriedade da realização da análise pelas empresas.

Para que serve esse tipo de análise?

Sua função é avaliar a adaptação das condições de trabalho às características físicas e mentais dos colaboradores, proporcionando mais segurança, conforto e desempenho nas suas atividades.

Qual a sua importância para as organizações e para os trabalhadores?

Negligenciar a análise aumenta a probabilidade de que haja danos à saúde física ou mental do colaborador. Como consequência, corre-se o risco de maior exaustão mental, e a produtividade do colaborador pode diminuir de forma considerável. É possível ainda que ele adoeça, falte ou até mesmo abandone o trabalho. Também eleva as chances de a empresa ter que responder processos contra ex-funcionários, já que eles podem exigir judicialmente uma compensação financeira ao considerar que trabalhavam em condições prejudiciais à saúde.

Como o processo de análise diminui a ausência dos colaboradores da empresa?

Como a AET permite a identificação de medidas de risco aos trabalhadores, a empresa poderá tomar todas as ações necessárias com o objetivo de melhorar o ambiente de trabalho e proporcionar o bem-estar dos colaboradores. Isso torna o local de trabalho mais agradável e diminui a ocorrência de danos à saúde do trabalhador, o que consequentemente reduz a taxa de absenteísmo por parte dos funcionários.

Quais são os benefícios obtidos com a sua aplicação?

As vantagens de aplicar corretamente a AET estão diretamente relacionadas ao bem-estar dos funcionários e nos resultados da empresa. Entre as principais, destacamos:

  • aumento dos padrões de qualidade da segurança do trabalho;
  • redução dos processos de ex-funcionários;
  • eliminação de multas trabalhistas decorrentes de más condições de trabalho;
  • aumento da satisfação e maior retenção de talentos;
  • elevação a produtividade;
  • maior garantia de alcance de metas.

Quem pode desenvolver a Análise Ergonômica do Trabalho?

A NR 17 não traz quais são os critérios técnicos que o profissional deve preencher para desenvolver a AET. Mas segundo o item 13 do Manual de Perícias Médicas do INSS, a nomeação do perito é de livre escolha do juiz, desde que esta seja bem fundamentada. Dessa forma, recomenda-se que sejam designados profissionais com especialização em ergonomia, como engenheiros de segurança, para fazer a análise e elaborar o laudo.

Qual a diferença entre análise e laudo ergonômico de trabalho?

O laudo é um documento específico, normalmente solicitado por um juiz durante ações trabalhistas. Sua finalidade é atestar as condições em que o colaborador exercia suas atividades. Diferente da AET, que é obrigatória (conforme NR 17), o laudo ergonômico não tem o mesmo caráter obrigatório, sendo necessário somente nos casos especiais em que ele é solicitado.

A Análise Ergonômica de Trabalho não deve ser considerada um empecilho para o desenvolvimento da empresa, mas sim como um instrumento eficiente para melhorar a produtividade dos colaboradores, manter o equilíbrio financeiro do negócio e contribuir para o crescimento saudável do negócio.

Veja e siga nossas páginas nas redes sociais para continuar bem informado! Estamos presentes no Facebook, Instagram e LinkedIn!

Open chat
Olá! Como podemos lhe ajudar?