Conhecer sobre as doenças ocupacionais é uma das atribuições do responsável pelos programas de medicina e segurança do trabalho nas empresas. Afinal, criar políticas preventivas dessas patologias faz parte do trabalho desses profissionais.

Dentro desse contexto, convém entender o que é Pairo, uma doença ocupacional que é muito comum, principalmente no setor industrial. Continue conosco e saiba mais sobre o conceito dessa patologia, bem como as suas causas e formas de prevenção.

Afinal, o que é Pairo?

Pairo é uma sigla para Perda Auditiva Induzida pelo Ruído Ocupacional. Trata-se, portanto, da perda da audição, por conta de barulhos muito altos no ambiente de trabalho.

A Pairo se desenvolve de forma gradual, com o indivíduo perdendo a audição aos poucos, conforme é exposto às causas. Além disso, existem dois tipos de Pairo: a unilateral (atinge apenas um dos ouvidos) e a bilateral (atinge os dois ouvidos).

Quais são as suas causas?

A Pairo se desenvolve por conta da degeneração das células do canal auditivo. Isso pode acontecer por três fatores básicos, os quais serão explicados na sequência. Veja!

Ruído

Os ruídos são a principal causa da Pairo. Sempre que um barulho atingir mais de 85 dB e um indivíduo for exposto de forma contínua, ou seja, por uma grande quantidade de horas por dia, pode desenvolver a doença.

Isso é bastante comum nas indústrias dos mais diversos tipos, bem como na construção civil, uma vez que os equipamentos e máquinas utilizados pelos trabalhadores podem ser muito barulhentos.

Vibração

Além do ruído, a vibração também pode contribuir para o desenvolvimento da Pairo. É o caso, por exemplo, de trabalhadores da construção civil que utilizam britadeiras, que fazem o chão vibrar.

Substâncias químicas

Também existem algumas substâncias químicas utilizadas na indústria que são prejudiciais para a audição. É o caso do mercúrio, do manganês, do tolueno, do arsênio, do monóxido de carbono, entre outras.

Como prevenir?

A prevenção da Pairo deve ser trabalhada nas empresas, para que a doença não se torne comum entre os seus colaboradores. Observe, a seguir, alguns métodos preventivos!

Medidas educativas

É importante que os responsáveis pela saúde ocupacional, junto com o setor de comunicação interna, promovam palestras, materiais de divulgação e outras ações para educar os funcionários sobre a importância de se prevenir contra a ação dos ruídos.

Controle de ruído

Também cabe à organização buscar alternativas para que se tenha um maior controle sobre o ruído em suas operações. Isolar máquinas e adequar a acústica dos ambientes são exemplos de boas medidas.

Redução da jornada de trabalho

Se não é possível reduzir os ruídos, é uma boa alternativa reduzir a jornada de trabalho dos funcionários ou, ainda, fazer rodízio de funções. Assim, eles não ficarão tanto tempo expostos ao barulho.

Protetor auricular

É obrigação da empresa oferecer protetores auriculares, em forma de plug ou concha, para que todos os colaboradores das linhas de produção o utilizem. Dessa forma, se evita que a exposição a ruídos cause a Pairo.

Entendido o que é Pairo? Então agora é preciso colocar as medidas preventivas em prática para que essa doença não se torne comum na sua empresa.

Continue se informando sobre o assunto em nosso post que fala sobre como fazer a avaliação de ruído na empresa.

Open chat
Olá! Como podemos lhe ajudar?